Buscar
  • Erica Saraiva

Gloria Anzaldúa

Atualizado: 14 de Abr de 2020


Reconhecida internacionalmente como teórica cultural e escritora criativa, nasceu em 1942 na área rural do sul do Texas e faleceu em 2004 com sessenta e um anos. Foi uma autora versátil que abarcou vários gêneros já que publicou contos infantis, poesias, ensaios críticos, narrativas autobiográficas, contos curtos, além de ser editora e coeditora de antologias. Foi uma das primeiras autoras chicanas abertamente lésbica. No início dos anos 70 trabalhava como professora de crianças imigrantes enquanto continuava se especializando nos estudos feministas e chicanos. No final dos anos 70 se mudou para São Francisco onde ministrou muitas conferências enquanto dava continuidade ao seu trabalho acadêmico. Em 1981 publica junto com Cherríe Moranga This Bridge Called My Back: Writtings by Radical Women of Color, onde fez uma profunda análise da intolerância e da negação de diferença dentro do predominante movimento feminista branc. Entre tantas obras, outros livros amplamente conhecidos de Anzaldúa são: Borderlands/ La Frontera: The New Mestiza (1987), uma coleção híbrida de poesia e prosa que foi nominada como um dos cem melhores livros do século por Hungry Mind Review e Utne Reader; Making Face, Making Soul/ Haciendo Caras: Creative and Critical Perspectives by Women of Color (1990); livros bilíngues para crianças: Friends from the Other Side/ Amigos del outro lado (1993), e Prietita and the Grost Woman/ Prietita y la Llorona (1995). Recebeu o bacharelado em artes na Pan American University, mestrado em artes na Universidade do Texas em Austin e doutorado na Universidade de Califórnia em Santa Cruz em 1988. Por sua prolífica e comprometida obra recebeu numerosos prêmios.


A documentary about Gloria E. Anzaldúa, directed by Daniele Basilio and Paola Zaccaria (2009).



Receba nossas atualizações

© 2020. Orgulhosamente criado por Epistemologias Afetivas