Buscar
  • carolinemarim

Donna J Haraway



Nasceu em Denver em 1944 e estudou em escolas católicas devido a influência de sua mãe. A fé católica foi muito importante em sua vida desde os onze anos, quando começaram as dúvidas. Seu pai, que foi redator de notícias esportivas, lhe inspirou não só conhecimentos esportivos como também seu gosto pela escrita. Sua mãe faleceu quando tinha dezesseis anos. Com a ajuda da Fundação Boettcher, se graduou em 1966 em Zoologia, Filosofia e Literatura no Colorado College e a partir deste momento começou a sentir-se liberada das interpretações do mundo desde uma perspectiva católica e anticomunista. Logo obteve uma bolsa de estudos Fulbright para estudar filosofias da evolução e teologia em Paris durante um ano. Mais tarde, em 1972 se doutorou no Departamento de Biologia da Universidade de Yale, com uma tese interdisciplinar sobre as funções da metáfora na investigação da biologia experimental no século XX. Vive com Rusten Hogness desde 1975. Anteriormente havia se casado com Jaye Miller quando estudava em Yale. O sentido de liberdade em suas relações se mostra desde sua fase mais católica, já que naquela época desejava ser monja para ser uma mulher independente. Estas e outras etapas de sua vida, além de sua diversos interesses teóricos, se encontram relatados na entrevista feita por Thyrza Nichols Godeve e que fora publicada como How Like a Leaf em 1998.


Ensinou nas universidades de Hawai e John Hopkins e desde 1980 é professora do departamento de História da Consciência da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, onde ensina teoria feminista e estudos sobre ciência. Em setembro de 2000 foi premiada pela Society for Social Studies of Science, com o prêmio J.D. Bernal Award, pelas contribuições a este campo realizadas ao longo de sua vida. Foi professora visitante em diversas universidades do exterior, entre outros países, na Holanda, Austrália e Suíça. Entre suas obras estão Crystals, Fabrics and Fields: Metaphors that Shape Embryos(1976), reimpresso em 2004; Primate Visions: Gender, Race and Nature in the Word of Modern Science (1989) para o Bay Area Book Reviewers Association Award in Non-fiction, o

Receba nossas atualizações

© 2020. Orgulhosamente criado por Epistemologias Afetivas